Ainda não há comentários

Beata Laura Vicuña

Laura Vicuña nasceu em Santiago do Chile no dia 5 de abril de 189. Foi uma criança que teve que emigrar à Argentina como refugiada devido a perseguição política, onde foi educada pelas Filhas de Maria Auxiliadora. Ela e sua mãe sofreram violência intrafamiliar por parte de um homem violento, o que a levou a oferecer a Deus a própria vida, pela conversão de sua mãe que embora sofresse terríveis maus tratos, estava totalmente dominada pela situação.

Antes de morrer Laura Vicuña disse à sua mãe: “Morro. Eu mesma pedi a Jesus, há dois anos para oferecer minha vida por ti, para pedir a graça de tua conversão. Mamãe, antes de morrer terei a alegria de ver-te arrependida?”. Sua mãe, comovida, expressou: “Te juro neste momento que farei tudo quanto me pedires. Estou arrependida. Deus é testemunha de minha promessa!”. A morte chegou para Laura no dia 22 de janeiro de 1904 e foi beatificada por São João Paulo II no dia 03 de setembro de 1988

Ela é, sem dúvida, um grande testemunho de vida realmente comprometida com a santificação. Laura muito cedo entendeu o que significava ser cristã, viver a proposta de Jesus. Vivia a serviço do próximo e em busca da salvação da mãe oferecendo sua própria vida! E Deus aceita o seu sacrifício. Que ela possa ser apresentada ao mundo e seja modelo de compromisso de vivência cristã especialmente para as (os) jovens de hoje.

Publicar um comentário